Translate

sábado, 20 de julho de 2019

MINHA CITAÇÃO:

Devaneios: 

"Os lunáticos sempre estiveram à frente dos racionais. Mesmo antes de a razão permitir que o ser humano pisasse na lua, eles já a habitavam fartamente, devidamente equipados com seus devaneios, fazendo leveza daquilo que for gravidade."

-----------------------------------------
AUTOR: Paulo Cesar Paschoalini 
-----------------------------------------
 < CURRÍCULO LITERÁRIO E PREMIAÇÕES > 
ACESSE TAMBÉM ATRAVÉS DOS LINKS: 
- INSTAGRAM: @pirafraseando ;
- TWITTER: @PaschoaliniPc ;
- RECANTODAS LETRAS: recantodasletras/Pirafraseando . 
#citações - #frases - #paschoalini - #pirafraseando 
____________________________________

sexta-feira, 19 de julho de 2019

MINHA POESIA:

(A)ventura: 

Para sentir-se perdido,
não é necessário constatar-se sem rumo.
Se estiver à deriva,
mesmo que à pouca distância da praia,
próximo à segurança de um porto,
estará perdido se não tiver objetivo.

O que nos leva a navegar não são as velas,
nem os ventos que as fazem avolumar,
muito menos a força das correntezas,
e tampouco o acaso em busca do incerto.
Para estar perdido, basta navegar contra a vontade,
mesmo que em águas rasas e calmas.

Para encontrar-se, é preciso sede de navegar,
a fim de saciar os desafios do desconhecido.
Vontade de aquietar-se, quando calmaria,
ou disposto ao galope dos zimbrados.
Navegar não é somente uma grande aventura;
é ser agraciado pela companhia da ventura!

-----------------------------------------
AUTOR: Paulo Cesar Paschoalini 
-----------------------------------------
OBSERVAÇÃO: O texto é parte integrante do original "Mar adentro, mundo afora...", livro de poesias aguardando parceria/patrocínio para publicação. 
 < CURRÍCULO LITERÁRIO E PREMIAÇÕES > 
ACESSE TAMBÉM ATRAVÉS DOS LINKS: 
- INSTAGRAM: @pirafraseando ;
- TWITTER: @PaschoaliniPc ;
- RECANTODAS LETRAS: recantodasletras/Pirafraseando . 
#poesia - #literatura - #paschoalini - #pirafraseando 
____________________________________

quinta-feira, 18 de julho de 2019

MINHA CITAÇÃO:

Civilizado: 

"O ser humano adorava o sol,
a lua e as estrelas.
Ficava assutado com o
relâmpago, temia o trovão
e não consegui explicar a chuva.
Depois que tornou-se
devidamente 'civilizado',
tenta entender porque passou
a ter medo de si mesmo."

-----------------------------------------
AUTOR: Paulo Cesar Paschoalini 
-----------------------------------------
 < CURRÍCULO LITERÁRIO E PREMIAÇÕES > 
ACESSE TAMBÉM ATRAVÉS DOS LINKS: 
- INSTAGRAM: @pirafraseando ;
- TWITTER: @PaschoaliniPc ;
- RECANTODAS LETRAS: recantodasletras/Pirafraseando . 
#citações - #frases - #paschoalini - #pirafraseando 
____________________________________

quarta-feira, 17 de julho de 2019

MINHA POESIA:

Zelo: 

Ter cuidado não é um alerta;
é uma delicadeza, um zelo.
Como afago, afeto, atenção,
esmero, estima, desvelo,
mimo, carinho, dedicação... 

Todas as coisas que existem,
mesmo as tidas como eternas,
mais dia, menos dia, passarão...
Contudo, as que forem ternas,
muito mais tempo ficarão!

-----------------------------------------
AUTOR: Paulo Cesar Paschoalini 
-----------------------------------------
OBSERVAÇÃO: O texto é parte integrante do original "Mar adentro, mundo afora...", livro de poesias aguardando parceria/patrocínio para publicação. 
 < CURRÍCULO LITERÁRIO E PREMIAÇÕES > 
ACESSE TAMBÉM ATRAVÉS DOS LINKS: 
- INSTAGRAM: @pirafraseando ;
- TWITTER: @PaschoaliniPc ;
- RECANTODAS LETRAS: recantodasletras/Pirafraseando . 
#poesia - #literatura - #paschoalini - #pirafraseando 
____________________________________

terça-feira, 16 de julho de 2019

MINHA CITAÇÃO:

Raízes do coração: 

"É no coração
que estão as raízes
que absorvem sentimentos,
fazendo desabrochar
o encantamento
à flor da pele." 

-----------------------------------------
AUTOR: Paulo Cesar Paschoalini 
-----------------------------------------
 < CURRÍCULO LITERÁRIO E PREMIAÇÕES > 
ACESSE TAMBÉM ATRAVÉS DOS LINKS: 
- INSTAGRAM: @pirafraseando ;
- TWITTER: @PaschoaliniPc ;
- RECANTODAS LETRAS: recantodasletras/Pirafraseando . 
#citações - #frases - #paschoalini - #pirafraseando 
____________________________________

segunda-feira, 15 de julho de 2019

MINHA CRÔNICA:

Para viver poeticamente 


Produção estadunidense do ano de 1989, “Sociedade dos poetas mortos” foi indicada ao Oscar nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Ator, além de Melhor Roteiro Original, sendo, nessa última, laureado com a estatueta.

Sua ambientação é do final dos anos 50, numa época marcada por transformações sociais. Mostra a história de uma classe de alunos do tradicional colégio Welton, cujas palavras de ordem eram “tradição, disciplina, honra e excelência”, um modelo de educação que os pais almejavam para seus filhos, já que exerciam forte influência sobre o futuro deles.

Durante a cerimônia de abertura do ano letivo, o novo professor, John Keating, é apresentado aos estudantes e, devido a seus métodos pouco convencionais, ganha a simpatia dos alunos, mas, em contrapartida, provoca incômodo à Direção do Colégio.

O filme é repleto de situações que podem nos remeter a muitos pensadores, tendo em vista que a busca do conhecimento, vontade e liberdade sempre foram objetos de reflexão. Para Sócrates, por exemplo, a educação tinha como finalidade não somente a transmissão de conhecimento, mas a busca do autoconhecimento, conforme sua célebre frase “conhece-te a ti mesmo”.

No decorrer da trama, o Prof. Keating acaba alimentando as divergências entre pais e filhos na escolha da carreira, instigando os alunos a questionarem-se sobre suas vontades. Seus métodos de ensino acendem o conflito entre a tradição do Colégio e a liberdade de escolha dos jovens. Ainda mencionando Sócrates, “uma vida sem reflexão não vale a pena ser vivida”.

A questão da liberdade é levantada desde o início do filme, quando os alunos são obrigados a curvarem-se aos princípios embasados nos quatro pilares da Instituição. Entregues aos cuidados do Colégio, passam a adotar uma postura quase militar, o que impede eventuais expressões consideradas “fora dos padrões”.

No existencialismo de Jean Paul Sartre, o filósofo francês desvincula a liberdade da vontade divina e conceitua que ela é uma decisão individual. “O homem é condenado a ser livre”, sendo, portanto, único responsável por suas escolhas, não havendo um destino pré-estabelecido na vida.

Destaque para o personagem Neil Perry, estudante entusiasta das ideias de Keating, que resolve seguir seu coração e, movido pela poesia, descobre o teatro como objetivo de vida. Mas essa escolha esbarra na vontade do pai, que decide que filho será médico. Ao ver seu sonho frustrado, o jovem lança mão de uma atitude trágica.

Entendo tratar-se de um filme denso, que aborda vários aspectos de relacionamento humano, ficando explicita a dissonância nas relações entre instituição e professor, colégio e alunos, educador e educandos, pais e filhos, além das diferenças de atitude entre os próprios estudantes.

Decorridos mais de meio século, ainda persistem os questionamentos quanto aos objetivos das instituições, padrões e qualidade de ensino, relações familiares e métodos de educação, insatisfações da juventude, entre outros. Enfim, reflexos do comportamento humano, na eterna e intrincada busca por uma convivência mais harmônica.

Para finalizar, vale lembrar a poesia de Henry Thoreau, mencionada no filme:

“Fui para os bosques para viver deliberadamente,
para sugar todo o tutano da vida.
Para aniquilar tudo o que não era vida,
e, para quando morrer, não descobrir que não vivi”.

Nela está contida a necessidade de se viver intensamente a vida, tal qual a expressão Carpe diem, que vem do latim e que significa “colha o dia”, ou “aproveite o momento”.

---------------------------------------
TEXTO: Paulo Cesar Paschoalini
--------------------------------------- 
COMENTÁRIO: O texto foi publicado na "Revista Vicejar", em 15.07.2019, onde o escritor possui vários textos de sua autoria, atuando como Colaborador do Blog. Para ler mais acesse:
LINK DO TEXTO: https://revistavicejar.blogspot.com/2019/07/para-viver-poeticamente.html .
______________________________________

sábado, 13 de julho de 2019

MINHA CITAÇÃO:

Memória: 

"Percebemos que nossa memória não está boa, quando começamos a esquecer as nossas alegrias. Notem que, para as nossas dores e desencantos, ela continua sempre ótima, obrigado!"  

-----------------------------------------
AUTOR: Paulo Cesar Paschoalini 
-----------------------------------------
 < CURRÍCULO LITERÁRIO E PREMIAÇÕES > 
ACESSE TAMBÉM ATRAVÉS DOS LINKS: 
- INSTAGRAM: @pirafraseando ;
- TWITTER: @PaschoaliniPc ;
- RECANTODAS LETRAS: recantodasletras/Pirafraseando . 
#citações - #frases - #paschoalini - #pirafraseando 
____________________________________